Eduardo Arimateia

eduardo arimateia

Nasceu em Hartfiord, Connecticut, EUA, em 1957.
Vive em Viseu. Em Coimbra acompanhou as frenéticas aventuras dos Cadernos dos 40 e da Fenda edições. Publicou textos em revistas "Aquilo" (Guarda) e "ZUT!" (Viseu) e dois artigos no jornal "O Independente": um sobre o cenógrafo António Lagarto e outro, a propósito de uma viagem à Casa Grande de Romarigães, a paixão que Aquilino Ribeiro suscitou-lhe quando trabalhou com Ricardo Pais, António Lagarto, Olga Roriz, Luís Madureira e António Emiliano no espectáculo sobre textos do Mestre "Teatro de Enormidades Apenas Críveis à Luz Eléctrica" (produção Área Urbana nas ruínas do Teatro Viriato 1985 e CAM da Fundação Calouste Gulbenkian, 1986). Colaborou nos Encontros de Fotografia em Coimbra 1988, sob a direção de Albano da Silva Pereira. No cinema, figurações nos filmes "Aqui na Terra" (João Botelho) e "Olga Drummond" (Diogo Infante). Em 1989 passou a integrar o Grupo Visabeira, onde tem desempenhado até aos dias de hoje várias funções, de que destaca a dinamização da discoteca The Day After, Montebelo Golfe, Palácio do Gelo (1.ª versão 1996), e na área de Relações Públicas e Comunicação Institucional, no âmbito dos negócios do Grupo.

Filtrar